Pesquisa ‘Experiências dos trabalhadores docentes no contexto da pandemia’ é prorrogada

Lançada em 27 de outubro, o propósito da pesquisa é “mergulhar” na categoria, a fim de conhecê-la mais e melhor nesse contexto da pandemia de covid-19. Como o índice de retorno ainda está baixo, o trabalho foi prorrogado para 27 de fevereiro de 2022, explica a professora Adércia Hostin, coordenadora da Secretaria de Assuntos Educacionais e Formação da Contee, que organiza o trabalho.

“Objetivo geral da pesquisa e´ analisar as experiências do exercício do ofício docente nas instituições da educação básica e superior privadas no período da pandemia. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo)”.

Atenção, dirigentes sindicais, o questionário não deve ser respondido pelos representantes das entidades, lembra Adércia. Para entender a categoria, nesse quadro de crise pandêmica, o questionário deve ser aplicado na base, entre os professores, explica a dirigente da Contee.

Adércia faz outro esclarecimento: o questionário deve ser aplicado exclusivamente entre os professores.

A pesquisa é realizada pela Red Estrado (Rede Latino-americana de Estudos Sobre Trabalho Docente), em conjunto com a Contee, sob a coordenação, pela Red Estrado, da professora da Ufes, Eliza Bartolozzi Ferreira.

 

Acesse o formulário: https://forms.gle/8MEfbgmiSuMX7Yo76




 

|
| Imprimir